Linha Verde de Farmacovigilância: 800 20 28 38

Quem pode notificar?

Todas as pessoas podem notificar uma reação adversa, independentemente de serem ou não profissionais de saúde.

O que se pode notificar?

Todas as suspeitas de reações adversas, graves ou não, independentemente de estarem descritas no Resumo das Características do Medicamento/Folheto Informativo devem ser notificadas.

Quando e como notificar?

1. Utentes

Sempre que um utente suspeitar de uma reação adversa a um medicamento do GRUPO TECNIMEDE, deverá comunicá-la assim que possível ao seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Pode ainda comunicar:

2. Profissionais de saúde

Sempre que um utente lhe reportar uma suspeita de reação adversa a um medicamento do GRUPO TECNIMEDE, esta deverá ser comunicada:

Que elementos essenciais devem constar na notificação?

Para que uma notificação de uma reação adversa seja considerada válida têm de estar identificados, pelo menos, os seguintes elementos:

  • Identificação do Utente (basta indicar as siglas do nome, idade ou sexo),
  • Identificação do Notificador,
  • Descrição da Reação Adversa,
  • Identificação do Medicamento suspeito.

É garantida a confidencialidade da informação recolhida para cada notificação.

Apesar de estes serem os requisitos mínimos para validarmos a notificação, todos os elementos adicionais que nos possam facultar (por exemplo: outra medicação, história clínica, alergias, reações adversas anteriores, modo de administração do medicamento, etc.) vão contribuir para uma melhor avaliação do caso e, consequentemente, para uma melhor avaliação do benefício-risco do medicamento.